UCCLA acolhe 2ª edição do Curso Livre da História de Angola em 2019

A procura pela formação e informações sobre “História de Angola” determinou a que se realizasse a segunda edição, tendo em conta os êxitos alcançados no decurso da primeira edição A União das Cidades Capitais Luso-Afro-Américo- Asiáticas (UCCLA) promove entre os meses de Janeiro e Julho de 2019, a 2ª edição do Curso Livre da História da História de Angola, em 26 sessões, todas às Terçasfeiras, na sede da instituição em Lisboa (Portugal). De acordo com a Mercado de Letras Editores e a UCCLA promotoras da iniciativa, às inscrições manter-se-ão abertas ao longo do curso. Todavia, referem que a exigência e a inquietude do seu conhecimento fizeram da 1ª edição do curso um sucesso e foram determinantes para realização da 2ª edição.

“Em 2018, entre os meses de Abril e Julho, ao longo de 14 sessões, numa iniciativa que se mostrou inédita, tentámos contribuir para o entendimento e aprofundamento do conhecimento da realidade política, geográfica e cultural de Angola”, alude a organização. Mais adiante acrescenta que findo o curso, a única observação referida pelos alunos relacionava-se com a sua duração. “O curso deveria ter uma maior duração, de formas a que o conhecimento sobre a história de Angola fosse mais aprofundado. Dando azo a essa exigência, num esforço conjunto, com a coordenação do Professor Alberto Oliveira Pinto, decidiu-se realizar a 2ª edição do Curso Livre História de Angola”, justificam os mentores da iniciativa. Entretanto, à semelhança do que aconteceu na 1ª edição, também nesta edição, serão convidadas uma série de individualidades cujos nomes serão anunciados tão breve quanto possível, por via dos canais oficiais da UCCLA.

O Professor

Alberto Manuel Duarte de Oliveira Pinto nasceu em Luanda, Angola, a 8 de Janeiro de 1962. Licenciou-se em Direito pela Universidade Católica Portuguesa, em 1986. É Doutorado (2010) e Mestre (2004) em História de África pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde colaborou como docente no Departamento de História. Em 2016, foi presidente do Júri do Prémio Internacional em Investigação Histórica Agostinho Neto, da Fundação António Agostinho Neto (FAAN). No mesmo ano foi, pela segunda vez, vencedor do Prémio Sagrada Esperança 2016 com o livro de ensaios Imaginários da História Cultural de Angola. Em 2018, coordenou o Curso Livre História de Angola/UCCLA/ Mercado de Letras Editores, iniciativa igualmente inédita e com enorme adesão, do qual se prepara uma nova edição mais desenvolvida.