Dupla Lyo Tavares e Sepol: “Ambicionamos ser referência no mercado musical”

A dupla musical Lyo Tavares e Sepol, formada em Fevereiro do ano em curso, tem no mercado quatro temas musicais, “Faz bem”, “Tudo novo de novo”, “Hoje só sinto amor” e “Mais um na tua vida”, cantadas nos estilos Guetto Zouk e R& B

Dentre os referidos temas musicais, “Faz bem” e “Mais um na tua vida” são as que os artistas usam para a promoção da carreira musical e, com elas, ambicionam tornar-se numa referência no panorama artistico nacional. Entretanto, para que haja maior visíbilidade a nível nacional e não só, a dupla fez a gravação do vídeo clip da música “Faz bem” em Setembro, que conta com a participação de Rui Orlando.

O referido trabalho estará desponível nas plataformas digitais e canais televisivos a partir de Janeiro próximo. A dupla anunciou que vai ainda proceder à gravação do vídeo clip da música “Mais um na tua vida”, no mês em curso.

O músico Sepol, em conversa com este jornal, avançou que a escolha dos temas musicais para promoção da carreira foi ditada pelos ouvintes, que muito apreciam e enaltecem as sonoridades por eles criadas.

Sepol avançou que, de momento, trabalham no estúdio da dupla, a “Nice Music”, onde fazem a criação dos bits, composição e captação das músicas. Para a materialização trabalham com outras emprensas. “Em Angola encarregamo-nos disso, porque a empresa que está a fi nalizar o vídeo clip tem convénio com estes países e vai fazer a devida divulgação”, explicou.

Aparições

A dupla tem feito algumas actuações, como no Brasil em Outubro, onde cantaram numa festa de casamento. Apresentaram ainda as suas músicas em rádios e cadeias televisivas, em Luanda, como na TV Zimbo e na Rádio Mais.

Os músicos em ascenção estão a preparar o Max Single, onde estarão incorporados os referidos temas musicais, bem como duas novas sonoridades. Em termos de participação haverá também a do artista a Jay Oliver, na música “Pega leve”.

Ambições

Os artistas pretendem ser uma referência no mercado musical, a nível nacional e não só, através de uma carreira consolidada que pretendem trilhar. Por esta razão, têm estado a trabalhar afi ncadamente, para a promoção e divulgação carreira musical. Os mesmos estão focados naquilo que são os seus objectivos, como é o de levar a dupla avante.

Quanto aos seus fãs, Sepol disse ser o público em geral, pessoas que ouvem as suas músicas e que, por sinal, desconhecem os artistas. “Tudo temos feito para que as pessoas oiçam as músicas e conheçam os artistas. Muitas das vezes as duplas têm-se disfeito, o que não é o nosso caso. Não tencionamos disfazer s dupla, em função do potencial de cada um”, considerou.

Agenciamento

Numa primeira fase os artistas não estão preocupados com a questão do agenciamento, pelo facto de trabalharem com o seu próprio estúdio (Nice Music), que pretendem que seja uma referência no país.

“Achamos que temos potencial para caminharmos com os nossos pés, porque a única coisa que não fizemos nas nossas músicas é a mistura e a masterização, que é algo mais complexo”, enfatizou.

Quanto aos estilos musicais a dupla pretende continuar com os mesmos, numa fase inicial, de modo a não confundir o seu público. Os temas de abordagem são preferencialmente sobre o amor e as vivências do quotiodiano.

Os artistas têm colaborado com algumas produtoras, que tem estado a resultar em actuações nalguns espectáculos. Desta feita, já actuaram no Bailundo, Benguela em actividades comemorativas.

“Sentimo-nos felizes porque em um ano temos as nossas músicas a passar nas rádios, e algumas pessoas ligam para nós quando ouvem as músicas. Acreditamos que os vídeos clips vão consolidar a nossa imagem”,, augurou.