Governo e EU engajados a capacitar jovens em empreendedorismo

O Executivo angolano pretende capacitar 10 mil jovens no âmbito do programa “Empreendedorismo na comunidade” e 40 mil em matéria de empreendedorismo no âmbito do programa “Geração de futuro” até 2022, disse o secrtetário de Estado do Comércio, Amadeu Nunes

Segundo o dirigente, que discursava ontem na abertura do encontro de partes interessadas no quadro de politicas de empreendedorismo da (CNUCED), essas metas estão estabelecidas no Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN 2018/2022), que tem como um dos objectivos do quinquénio apoiar a iniciativa e o espírito empreendedor, através do reforço na criação de pequenos negócios, para incremento das possibilidades de gerar empregos. Estes programas estão alinhados com o workshop piloto de formação em empreendedorismo – Empretec, no âmbito do programa conjunto UE-CNUCED para Angola, “Train for trade II”, de formação de quadros, financiados pela União Europeia, num valor de 12 milhões de Euros.

Frisou que o contexto económico actual remete a um exercício profundo de reflexão e criatividade, em busca de novas formas e modelos de actuação para diversificação da economia nacional. Sublinhou ainda que, enquanto parceiros do Estado, as associações empresariais desempenham um papel preponderante no desenvolvimento da classe empresarial, através da participação activa nos esforços do governo não só para alavancar a economia, mas também para aumentar a produção e diversificar as exportações.

Esse desiderato, de acordo com Amadeu Nunes, só será cumprido por via de sinergias com as parcerias público-privadas e também a promoção do empreendedorismo no seio da juventude. “Consideramos imprescindível o fortalecimento do papel do sector privado, com o foco no empreendedorismo e o desenvolvimento de micro, pequenas e médias empresas”, disse. O seminário tem como finalidade reforçar a capacidade dos empreendedores para a diversificação económica, a exportação de produtos não petrolíferos, bem como a integração na economia regional e mundial.

Fazem parte desta formação, empreendedores estabelecidos, aspirantes, representantes das indústrias criativas e outros grupos considerados prioritários pelas autoridades nacionais. O workshop conta também com o engajamento da CNUCED (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (CNUCED) e é um elemento central do Programa Empretec, da CNUCED, que existe há 30 anos e está a ser aplicado em mais de 40 países. Em Angola, o EMPRETEC já formou 60 empreendedores, na primeira e segunda formação. Com o projecto, o Ministério do Comércio pretende juntar-se aos esforços dos demais departamentos ministeriais e instituições públicas dos demais departamentos ministeriais e instituições públicas e privadas na materialização da visão do Executivo de dinamização do empreendedorismo, baseado em metodologias aplicadas com sucesso em outras partes do Mundo.

error: Content is protected !!