Theresa May supera moção de censura

Theresa May e o Brexit seguem em frente. Depois da prova de fogo da moção de censura, a primeira-ministra britânica mantém a liderança do Partido Conservador e do Governo, com o voto favorável de 200 deputados, contra 117.

O sufrágio decorreu em Westminster, entre as 18h e as 20h locais, por voto secreto. Para ganhar, May teria de ter do seu lado metade dos deputados conservadores mais um, o que perfaz um total de 159 votos.

A moção de censura foi lançada por 48 eurocéticos do Partido Conservador, descontentes com o rumo do Brexit, nomeadamente com a possibilidade de a Irlanda do Norte permanecer na União Aduaneira, quando o Reino Unido abandona o bloco comunitário. Com os resultados da votação, a primeira-ministra vê a liderança do partido e do Governo reforçada.

Pouco depois de o resultado ter sido divulgado pelo Presidente do Comité dos Membros do Partido Conservador, Graham Brady, Theresa May reagiu, numa declaração pública. Com quase dois terços do partido do seu lado, a primeira-ministra prometeu concretizar a implementação do acordo para o Brexit.