Crianças fora do sistema de ensino motivam realização de “Show Gospel beneficente”

Um concerto gospel com vista a angariar fundos para a construção de uma sala de aulas é o mote da realização do concerto

POR: Adjelson Coimbra

Sob o lema “Por uma educação melhor”, as associações Unidos Pela Família e a Mequimarte promovem Domingo, 16, um concerto Gospel, com vista a angariação de fundos para o lar Felicidade na Dor (FENADOR), a partir das 14 horas, no auditório Njinga Mbande, na escola com o mesmo nome, em Luanda. Os músicos Miguel Buila, Nsimba Reoboth e Ana Gomes (uma das finalistas do Unitel Estrelas ao Palco), perfazem o cartaz do evento, cujas receitas a arrecadar visam a construção de mais uma sala de aula para o lar FENADOR, em Cacuaco, com vista a retirar crianças fora do sistema de ensino naquela localidade da província.

Assim, com a arrecadação das receitas da bilhética, cujo montante previsto é de um milhão e 600 mil Kwanzas, pretende-se com este valor que construir mais uma sala de aula, para o lar que tem nessa altura, apenas duas salas de 45 metros quadrados que alberga cerca de 50 alunos cada uma e não cobre a demanda da localidade. Face a essa situação, as associações supracitadas pretendem com a realização do aludido espectáculo, conseguir receitas com a finalidade de aumentar o número de salas com o intuito de a escola ganhar uma comparticipação do Estado, uma vez que apenas escolas com mais de seis salas, podem usufruir desta benefício. “Os jovens da associação há pouco tempo foram pedir apoio ao Ministério da Educação, com a finalidade de que haja uma comparticipação da escola com o Estado, mas o ministério só aceita comparticipação de escola que têm pelo menos seis salas de aula”, explicou o coordenador da actividade, Fábio Pundu.

“Hoje, se calhar temos a possibilidade de ter a educação passada pelos nossos pais, mas nem todos tiveram essa sorte. Pretendemos fazer diferente, poder ajudar essas crianças a ingressarem para o ensino, reduzindo desta forma o nível de analfabetismo no nosso país”, aludiu mais adiante o responsável. O coordenador da actividade revela que os meninos pertencentes ao lar são conhecidos como “Galinhas de Cacuaco”, por terem a fama de fazer excelentes desenhos de galinhas. “Eles são bons naquilo que fazem, se calhar podem aparecer também pessoas e explorar aquelas habilidades”, adiantou.

Adesão ao concerto

Fábio Pundu apela às pessoas a participarem no show e a comprarem os ingressos, mesmo que não queiram participar por não gostarem de espectáculos do género, ou por, eventualmente, terem a agenda preenchida, mas ainda assim estariam a ajudar imenso, a que o projecto siga adiante. Por outro lado, caso a iniciativa venha a correr bem, o jovem altruísta avança que as obras arrancam no dia 16 de Janeiro do próximo ano, embora reprove a ideia do executivo de criar laços com escolas que tenham mais de seis salas de aula. Para o jovem, se realmente se estiver a lutar para a redução do analfabetismo, o executivo tem de ajudar as pessoas que têm dado passos em projectos com esta natureza.

A associação FENADOR

A FENADOR é uma Organização Não-Governamental (ONG) sem fins lucrativos cujo objectivo é formar e promover a inclusão social e a dignidade de pessoas com deficiência em Angola. Fundada em 2001 por um grupo de pessoas com deficiência motora, sob liderança de José Gomes (tetraplégico), a maioria dos cerca de 150 associados actuais são pessoas com deficiência motora causada por poliomielite e acidentes de guerra. Os objectivos iniciais são os de proporcionar assistência na forma de cesta básica oferecida regularmente às famílias dos deficientes e o de pagar matrículas e propinas aos deficientes que queriam estudar.

error: Content is protected !!