Ministros do Comércio definem sectores prioritários da ZCLCA

A 7ª Reunião dos Ministros Africanos do Comércio (AMOT), que decorre no Cairo (Egipto), definiu cinco sectores prioritários para a implementação da Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA), prevista para o próximo ano.

O O certame apontou, ainda, como prioritárias as áreas do turismo, finanças, transportes, comunicação e serviços empresariais. No primeiro dia, os governantes analisaram questões pendentes, relacionadas com a finalização da primeira fase do protocolo sobre o comércio de mercadorias, no âmbito do acordo da Zona de Comércio Livre Continental Africana, rubricado em Kigali (Rwanda), a 23 de Março deste ano, segundo o negociador-chefe de Angola junto da ZCLCA, Videira Pedro.

Ao falar à imprensa, referiu que muitos países já ractificaram o acordo, facto que pode abrir caminho para que, até Julho de 2019, se implemente a ZCLCA. “Nove países já entregaram os seus instrumentos jurídicos à União Africana e cinco já ractificaram o acordo, perfazendo um total de 14 países interessados na implementação da ZCLCA”, afirmou.

Explicou que as negociações para a implementação da ZCLCA contempla duas fases, sendo a primeira o comércio de bens e serviços e a segunda o protocolo sobre investimento, propriedade intelectual e concorrência.

Quanto à entrada de Angola na ZCLCA, o negociador reiterou que o país tem uma estratégia centrada, primeiramente, na adesão à Zona de Comércio Livre da SADC, que servirá de base para negociar a entrada de Angola na zona continental.

Para começar este processo, afirmou, Angola prevê fazer a entrega das primeiras ofertas à SADC, a partir de Junho de 2019, para posteriormente aderir à ZCLCA.A 7ª Reunião de Ministros Africanos do Comércio, que começou nesta Quarta-feira, é promovida pelo Departamento de Comércio e Indústria da União Africana e decorre em simultâneo com a primeira Feira Comercial Intra-africana (IATF/2018), em que Angola participa com uma delegação de 120 membros, chefiada pelo ministro do Comércio, Jofre Van-Dúnem Júnior.

error: Content is protected !!