Jurista Orlando dos Santos anuncia candidatura às eleições autárquicas

Disse que está a ser sondado por um grupo de munícipes do bairro Morro Bento, onde reside, para concorrer a autarca do distrito urbano da Samba

Orlando dos Santos, coordenador da comissão de moradores do bairro Morro Bento 2, anunciou a OPAÍS candidatar-se à autarca do distrito da Samba nas eleições autárquicas previstas para 2020. Em conversa com este jornal, informou que poderá concorrer pelo seu partido, o MPLA, ou a título individual, um desejo que vem manifestando há algum tempo. Informou que pretende candidatar- se para ajudar a resolver algumas prementes necessidades e servir melhor os munícipes desta urbe. Adiantou que vai concorrer nas eleições internas do seu partido, por altura em que forem abertas as candidaturas para as eleições autárquicas, e assegura que poderá concretizar este propósito.

“Tenho fé que se eu concorrer vou ganhar”, admitiu, e diz que a sua candidatura conta com o apoio não só de militantes do MPLA, partido o qual milita há 43 anos, mas sobretudo dos munícipes do Morro Bento, onde reside há 38 anos. Disse estar a ser encorajado por uma franja de cidadãos constituída por políticos, governantes, militares e outros que pretendem vê-lo a dirigir o distrito urbano da Samba, para conferir-lhe um outro modo de vida. Oficial das Forças Armadas Angolanas (FAA) na reserva, jurista e pastor evangélico, segundo apurou este jornal de várias fontes, Orlando dos Santos goza de um prestígio no seio da sua comunidade. Presentemente está a trabalhar na mobilização de mais adeptos para apoiarem a sua candidatura, embora diga haver já um número que lhe garanta uma possível vitória. “Quero mais apoiantes, apesar de contar já com alguns “cujo número não avançou. Disse estar consciente da disputa renhida que deverá encontrar, sendo que haverá outras várias candidaturas de também potenciais concorrentes dentro do seu partido.

Propósito

Uma vez eleito, Orlando do Santos pretende dar um outro impulso transformando a Samba num distrito mais moderno e conferir melhores condições de vida aos munícipes. Água, energia eléctrica, asfaltagem das vias, toponímia, mercados, construção e reparação de escolas e hospitais são, entre outros, os serviços que pretende proporcionar aos munícipes. Também tenciona reactivar as pequenas e grandes indústrias adormecidas para dar emprego aos munícipes, sobretudo a juventude, sendo esta a franja de cidadão mais desempregada.

error: Content is protected !!