Autores de emboscada mortal procurados no Sul do Rwanda

Homens armados, autores de uma emboscada que matou duas pessoas e feriu oito outras, no fi m-de-semana passado, na cidade de Cytabi, perto da fl oresta de Nyungwe, no sul do país, estão a ser procurados no Rwanda, segundo um comunicado ofi cial do exército rwandês publicado Segunda-feira, em Kigali.

O porta-voz do Exército, o tenente-coronel Innocent Munyengango, declarou que o Exército está a perseguir os assaltantes, alegadamente escondidos na floresta de Nyungwe. A emboscada foi montada na estrada principal que atravessa a localidade de Cyitabi. Nela cairam três veículos a bordo dos quais estavam passageiros, entre os quais as vítimas, lê-se na nota. “Nós estávamos a observar a situação nesta província, há vários dias, e agora temos uma ideia sobre o mentor da emboscada.

Nós estamos a perseguir os assaltantes e medidas serão tomadas contra os responsáveis pela tragédia”, declarou Munyengango. Tranquilizando o público, as Forças de Defesa do Rwanda garantiram que a estrada está agora livre e segura para qualquer circulação, segundo o comunicado. Aparentemente, a emboscada ocorreu da mesma maneira que dois ataques precedentes ocorridos na mesma localidade em Junho último, quando várias dezenas de homens armados não identificados, mas fardados, invadiram a aldeia à noite, disparando indiscriminadamente contra os seus habitantes.

O Exército declarou que os assaltantes saíram da fl oresta de Nyungwe, que toca o Burundi, e fugiram para a mesma direcção após a agressão. Receia-se que os rebeldes Hutu (tribo maioritária rwandesa), activos no Leste da República Democrática do Congo (RDC), estejam a aproveitar-se da violência pós-eleitoral no Burundi para desestabilizar o Rwanda. A fl oresta natural de Nyungwe estende-se ao Parque Nacional de Kibira, no Burundi.

error: Content is protected !!