Editorial: resgate da Polícia

A notícia tem tanto de amargo quanto de doce. Para a sociedade, no geral, é um doce de Natal, perceber que homens que usam mal a farda, sem honra e agredindo o seu signifi cado, foram expulsos. Gera-se uma espécie de sensação de alívio, apesar de se saber que haverá outros, certamente, com comportamentos maus na Polícia Nacional, augurando-se que o castigo aos que foram apanhados lhes sirva de lição.

Por outro lado, para os visados e suas famílias, a desonra é grande, e mais ainda nesta época natalícia. Além da censura social, vem agora a ausência de salário, o desemprego e a dificuldade para encontrar trabalho uma sociedade em crise.

Alguns podem enveredar para o crime, outros se arrependerão e procurarão corrigir a vida. Seja como for, dias difíceis se adivinham. Seja como for, para a Polícia nacional o importante é manter a honra, o respeito e a autoridade

error: Content is protected !!