Angola ganha plataforma de gestão de informação sobre empresas

Denominada Multiplica a plataforma digital de promoção e gestão da base de informação sobre as organizações, serviços e bens em Angola surge para melhorar o ambiente de negócio entre as empresas

A Primaz Consult e a Select Midia, empresas angolanas do sector da comunicação e marketing e soluções digitais procederam, ontem, Quarta- feira, 19, em Luanda, ao lançamento da plataforma digital Multiplica. A Multiplica surge como contributo para a melhoria do ambiente de negócios no país, através da promoção do acesso à informação em tempo real sobre fornecedores, produtos e serviços, assim como a melhoria das vendas das empresas por via da publicidade digital acoplada à primeira página da plataforma.

Na ocasião, o presidente do Conselho de Administração da Primaz Consult, Olívio Gambo, disse que a ferramenta está, directamente, ligada à necessidade do mercado, em particular das empresas, em promover os seus serviços, quer seja ao nível local, quer no exterior. “Com esta plataforma, os consumidores têm, a partir de agora, à sua disposição, uma plataforma que lhes permite identificar de forma fácil e célere as empresas, bens e serviços existentes no país e as empresas locais passam a contar com uma ferramenta que se propõe agregar valor aos seus produtos e serviços, através da publicidade digital”, sublinhou. Com uma página web e aplicativo telefónico, a Multiplica vai apoiar os consumidores com informação generalista, bem como promover o contacto directo com organizações por via de mensagens e telefonemas, a ser disponibilizado na plataforma durante 24 horas por dia gratuitamente.

Esta solução tecnológica vai oferecer um serviço de intermediação que vai permitir aos consumidores solicitarem serviços diversos com apoio da Multiplica, através de uma base de dados, contendo empresas, profissionais independentes, criadores ou prestadores de serviços. A Multiplica afigura-se como sendo a solução para a diminuição do comércio e prestação de serviços informais, visando a garantia da dignidade, valorização e rentabilidade dos prestadores de serviço independente. Segundo Olívio Gambo, a distância entre os serviços prestados pelas empresas e a necessidade do cliente vai tornar-se menor, uma vez que as barreiras quer transfronteiriças, quer de locomoção ficam para trás.

error: Content is protected !!