MAI quer colaborar com o governo no combate à corrupção

O presidente do movimento Angolano de integração(mAi), mbombo mfi to, anunciou colaborar com o executivo angolano no combate à corrupção

A ideia foi manifestada ontem, 21, em conferência de imprensa, realizada no distrito urbano da Cidade Universitária, em Luanda, tendo inicialmente reiterado o seu reconhecimento pelo empenho do Executivo no combate à corrupção. “Como disse, na primeira conferência de imprensa, realizada no princípio deste ano, nós estamos satisfeitos com a iniciativa do Executivo liderado pelo Presidente João Lourenço nesta cruzada, por isso, queremos também nos envolver”. Acrescentou que a instituição que dirige pretende auxiliar o Governo nesta cruzada, através de denúncias contra quaisquer actos que lesem o Estado enquanto uma pessoa de bem. Durante a conversa, Mbombo Mfito enalteceu os passos até aqui dados pela Procuradoria Geral da República (PGR) na investigação e detenção de cidadãos nacionais e estrangeiros implicados supostamente nos actos de corrupção.

Diálogo com a sociedade civil

Por outro lado, enalteceu a iniciativa do Presidente da República, João Lourenço, por ter aberto o caminho de diálogo com organizações da sociedade civil, como aconteceu recentemente. Considerou esta atitude do Presidente da República como sendo um acto de inclusão de todas as forças vivas da nação, “sem olhar a cor partidária, raça ou credo religioso”, sustentou a fonte. Pediu ao mais alto mandatário da nação que continue com esta iniciativa, e que, nas próximas vezes, receba mais membros da sociedade, para perceber deles as suas prementes inquietações e contribuições.

Além do combate à corrupção, o MAI reiterou a disponibilidade de continuar a colaborar com o Governo no que for necessário. “Digo outra vez nesta conferência de imprensa que queremos trabalhar com o novo Governo, tal como o fizemos com o anterior”, disse. O Movimento Angolano de Integração está reconhecido pelo Governo Angolano, segundo consta no Diário da República nº 152/30/ Dez/2011.

error: Content is protected !!