Carta do leitor: Quadra festiva sem água para consumo

Saudações caro director do Jornal OPaís. Escrevo está carta para mostrar o meu descontentamento sobre a situação que temos vivido durante já há algum tempo, a falta de água no bairro Nova Vida e Camama, onde resido, nos tem causado muitos transtornos obrigando-nos a recorrer a compra do precioso líquido em Kupapatas que comercializam o bidon á 100 Kwanzas.

Mas por ser quadra festiva os mesmos chegam a vender um bidon de 20 litros á 150 kwanzas, noutras vezes temos que nos deslocar há fontenários distantes, porque muitos deles estão abandonados por falta de manutenção e estragados, ou recorrer a casas que comercializam água comprada em cisternas de abastecimento e que os valores não se distanciam aos valores supracitados.

Nós os munícipes gostaríamos muito de compreender, o porquê da falta de água que dura há quase um mês e porquê as torneiras deixaram de jorrar água e não há qualquer esclarecimento por parte da EPAl acerca disso. Estamos no período de quadras festivas será que esse é o presente do Estado para nós, Energia fraquinha e falta de água?

Ilustre director peço encarecidamente que nos ajude, e que faça chegar esse descontentamento a quem de direito, uma vez que todos os anos o Orçamento Geral do Estado (OGE) recebe verbas para o programa água para todos, e ainda assim, apenas ficou slogan água para alguns.

Quem são esses todos se esse programa já vem do governo passado, e aqui a água saí um mês sim e outro não. Só que Dezembro calhou mesmo sem água. A vida esta difícil e estar a comprar os bidons a esse preço torna mais complicado bem como percorrer distancias e ter que atravessar estrada sobre o risco de ser atropelado, numa altura da quadra festiva. Ajudem-nos, por favor.

Vivaldo soba, Camama.

error: Content is protected !!