Oposição e coligação do governo reclamam vitória na RD Congo:

Na República Democrática do Congo a internet foi cortada em vários pontos do país, tudo indica que num esforço do governo para impedir a especulação dos media sobre os resultados das eleições deste domingo.
A votação foi marcada por vários atrasos e os observadores denunciaram irregularidades durante todo o processo. Neste momento, tanto a oposição como a coligação no governo dizem que venceram as eleições.
O atual presidente, Joseph Kabila, deixa o cargo depois de 17 anos e apoia o seu antigo ministro do Interior, Emmanuel Ramazani Shadary.
Os dois principais candidatos da oposição são Martin Fayulu, antigo executivo do petróleo, e Felix Tshisekedi, filho do veterano líder da oposição Etienne Tshisekedi.
Os votos estão a ser contados mas os resultados provisórios não são esperados antes do próximo domingo, dia 6 de janeiro.