Diagnosticados 140 casos de malária numa semana em Benguela

O hospital geral de Benguela diagnosticou diariamente, nos últimos sete dias, mais de 20 casos (que perfazem 140 casos/semana) de malária simples

Por: Constantino Eduardo, em Benguel

O porta-voz do Hospital Geral de Benguela (HGB), médico Aldemiro Cussivila, disse, ontem, que durante a quadra festiva os serviços de urgência do HGB diagnosticaram um número elevado de malária. Em todos os serviços daquela unidade hospitalar, sustentou, foram diagnosticados diariamente mais de 20 casos de malária simples “e os casos de tuberculose pulmonar foram avaliados entre três a sete casos todos os dias durante esta quadra festiva”.

O médico Aldemiro Cussivila disse, por outro lado, que agressão física com recurso a arma de fogo e branca, e a intoxicação em consequência de ingestão de bebidas alcoólicas figuram na lista de casos que deram entrada nos serviços de urgência desta unidade durante a transição de ano.

De acordo com o médico, nas 24 horas de 1 para 2 de Janeiro, dois casos de ferimentos com recurso a arma de fogo e dois com arma branca preencheram o boletim das ocorrências do hospital. “Voltamos à referência que as mordeduras caninas também fizeram foco nas urgências em número de seis”, pelo que alerta os proprietários dos animais que tenham algum controlo e não deixem os animais vadiarem na via pública, pois podem representar um perigo para as pessoas.

Apesar de os casos terem chamado a atenção, o por ta-voz do HGB qualifica a passagem de ano como tendo sido bastante “equilibrada”, se comparada ao Natal.

O médico Aldemiro Cussivila garante terem sido reforçados os serviços para fazer face à demanda e louva o facto não se terem registado mortes. Segundo ele, ao longo do fimde-semana prolongado, 29 de Dezembro, Sábado, foi o dia em que maior número de atendidos registou aquela unidade sanitária de referência em Benguela, com 329 casos.

“No dia 31 tivemos 16 casos de agressões físicas, comparativamente ao dia 1 de Janeiro de 2019 houve uma redução de dois casos, tendo-se registado 14”. Acidentes de viação também fizeram uma grande relevância e as pessoas que estiveram envolvidas, quase todas elas, estiveram sob efeito de bebidas alcoólicas, explicou o profissional.

error: Content is protected !!