Aeroporto de Cabinda regista grande movimento de passageiros em 2018

Devido à sua situação geográfica, o transporte aéreo é o principal meio usado pelos cidadãos de Cabinda e não só, nas suas deslocações da província para outras regiões do país. O número de vôos por dia é de 13, segundo dados da EnAnA

Uma média de mil e setenta e seis passageiros por dia passaram pelo aeroporto Maria Mambo Café, em 2018, avançou o director do Aeroporto de Cabinda, Santos Kizua. Santos Kizua falava à imprensa em Cabinda e indicou que, comparativamente ao ano de 2017, houve um aumento de 199 passageiros de diferentes nacionalidades, com destaque para os angolanos.

O responsável da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA) referiu ainda que, a capacidade de recepção do aeroporto de Cabinda é de cerca de duas mil pessoas por dia, tendo em conta o tráfego de aeronaves que aterram e descolam do aeródromo que dirige.

Quanto ao movimento das aeronaves, em 2018, as estatísticas apontam para uma média de 13 vôos por dia, que atingiram a cifra diária de 1.076 passageiros. Operam no aeroporto de Cabinda as companhias TAAG, Eli Malongo, SJL e SONAIR, todas elas com vôos regulares. Entretanto, deixaram de operar para a província as companhias aéreas AirGT, Air-Guicango e Air-26.

O aeroporto A pista do aeroporto de Cabinda “Maria Mambo Café” tem um comprimento de 2 mil e 500 metros e pode operar no período nocturno e na placa podem estacionar dois Boeng-737 e três aviões de 12 a 17 lugares.

O edifício necessita de trabalhos de restauro nas áreas de climatização, salas de embarque e desembarque, áreas de restaurantes e serviços, melhoramento das condições técnicas como RaioX, balanças de pesagem de bagagens, computadores de registo de check-in, e outras condições para uma melhor comodidade dos utentes.

error: Content is protected !!