Mais de dois mil jovens serão registados no recenseamento militar

Dois mil, 726 cidadãos nacionais do sexo masculino, nascidos de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2001, serão registados na província do Cuanza-Norte durante o processo de recenseamento militar iniciado esta Sexta-feira, 4, em todo país, mais 185 jovens, em relação a 2018.

A informação foi avançada à imprensa na Sexta-feira, em Ndalatando, pelo responsável do Distrito de Recrutamento e Mobilização do Cuanza-Norte, Ribeiro Caiombo, durante a abertura do processo de recenseamento militar na circunscrição, que vai decorrer até ao dia 28 de Fevereiro. O mesmo assegurou estarem criadas as condições técnicas e materiais em toda a extensão da província para o êxito da campanha.

O responsável esclareceu que este número foi determinado em função do levantamento efectuado nas distintas repartições locais de Identificação Civil, que indica o número de cidadãos que completarão 18 anos de idade até 31 de Dezembro de 2019 na província. Ribeiro Caiombo exortou os jovens a aderirem ao processo, visando manter a sua situação militar regularizada.

Esse procedimento permite às Forças Armadas Angolanas (FAA) determinar e manter um controlo das reservas para a renovação regular dos seus efectivos e evitar-se o excesso de tempo de permanência dos militares no cumprimento do serviço militar activo.

Trata-se de um registo anual que envolve os angolanos do sexo masculino que completem 18 anos de idade e tem como objectivo obter a informação de todos os cidadãos que atingem, em cada ano, a idade do início das obrigações militares.

error: Content is protected !!