Corneille Nangaa: “Há diplomatas que estão a tentar ameaçar-nos”

Corneille Nangaa, presidente da Comissão Nacional Eleitoral Independente (CENI) acusou alguns diplomatas estrangeiros de pressioná-lo e ao centro eleitoral. “A CENI é uma instituição de apoio à democracia. A CENI publicará o resultado de acordo com a lei. Há diplomatas que estão a tentar nos ameaçar.

Existem personalidades interna e externamente que estão nesse processo. Não faz sentido. É também contraproducente “, disse ele em conferência de imprensa neste Domingo, 6 de Janeiro, sem revelar nomes, no entanto. “Eu não vou dizer o nome.

Há pessoas que estão a lutar para vir e me dizer mensagens deste ou daquele país. Não faz sentido. Nós não aceitamos isso. Aqueles que pedem que a CENI seja independente são os mesmos que vêm nos dizer o que a CENI deve fazer. Nós não aceitaremos nenhuma ameaça “, acrescentou. Como foi anunciado para este Domingo, a divulgação do resultado da eleição presidencial foi adiado para uma data posterior, sem qualquer detalhe.

De acordo com o calendário inicial, a colecta e compilação dos resultados da votação para a eleição presidencial deve ser de 31 de Dezembro a 5 de Janeiro.

A mesma operação deve ocorrer de 31 de Dezembro a 22 de Janeiro para a legislatura nacional e provincial. Recursos e litígios de resultados para as eleições presidenciais foram agendados para entre 7 e 15 de Janeiro.

A publicação dos resultados finais foi anunciada para 15 de Janeiro e o novo presidente deve prestar juramento a 18 de Janeiro.