Director de hospital nos EUA demite-se após mulher em coma, há 10 anos, dar à luz um bebé

Na semana passada, a Polícia da cidade de Phoenix anunciou ter iniciado uma investigação sobre o provável estupro de uma mulher em coma há dez anos. No último dia 29, ela deu à luz um bebé e a equipa da unidade Hacienda HealthCare, uma das mais prestigiadas clínicas do Arizona, não tinha detectado que ela estava grávida.

O director executivo da Hacienda Health- Care, Bill Timmons, pediu demissão dias depois da paciente em coma ter dado à luz a um bebé, segundo o site Arizona’s Family. O conselho de administração aceitou por unanimidade a sua renúncia. “Tomamos conhecimento de um incidente profundamente perturbador envolvendo a saúde e a segurança de uma residente do Hacienda. Como organização, a Hacienda HealthCare está totalmente comprometida em dizer a verdade do que, para nós, representa um assunto sem precedentes.

Já estamos a fazer uma revisão interna abrangente dos nossos processos, protocolos e pessoas, para garantir que todos os residentes do Hacienda estejam tão seguros e bem cuidados quanto possível “, disse a instituição num comunicado, citado pelo site da Arizona’s Family. A polícia ainda não tem suspeitos do crime. De acordo com a direcção da clínica, várias pessoas tinham acesso ao quarto da paciente. Investigadores colectaram material genético de pacientes, funcionários e familiares na tentativa de entender o que pode ter acontecido com a mulher.

error: Content is protected !!