Aeroporto de Miami fecha terminal por paralisia orçamentária do Governo

Um terminal do Aeroporto Internacional de Miami ficará fechado de Sábado a Segunda-feira para compensar a ausência de alguns trabalhadores da Administração de Segurança dos Transportes (TSA) devido à paralisia parcial do Governo dos Estados Unidos.

“Os vôos programados para sair do Terminal G neste Sábado, Domingo e Segunda-feira serão transferidos para o Terminal F ou Terminal H”, confirmou o porta-voz do aeroporto, Greg Chin. O terminal G, que atende a United, Frontier, Eastern Airlines e Aruba Airlines, entre outras, estará fechado pela manhã e reabrirá às 13h00 todos os dias. Os trabalhadores da TSA que realizam controlos de segurança são considerados “essenciais”, portanto devem trabalhar sem remuneração

. No entanto, conforme relatado pelo Miami Herald, esses funcionários federais estão a faltar por motivo de doença a uma taxa de mais que o dobro do normal no aeroporto de Miami. O encerramento do terminal permite o envio de funcionários da TSA que estão a trabalhar nos postos de controlo mais movimentados, segundo o jornal, que cita o porta-voz.

O encerramento parcial do Governo americano, que começou a 22 de Dezembro, gira em torno da disputa orçamentária entre o Presidente Donald Trump e o Congresso, sobre a alocação de 5,7 biliões de dólares para construir um muro na fronteira com o México. Como resultado, as funções consideradas não essenciais do Governo federal estão paralisadas.