Petro procura criar vantagem em Bamako

Os tricolores do Eixo-Viário e os malianos do Stade de Malien disputam hoje no Estádio Modibo Keita, em Bamako, o primeiro desafi o da 1ª mão da última eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça da Confederação (CAF), às 17:00

POR: Kiameso Pedro

O Petro de Luanda defronta esta tarde o Stade de Malien, no Estádio Modibo Keita, em jogo a contar para a 1ª mão da última eliminatória de apuramento à fase de grupos da 16ª edição da Taça da Confederação, Nelson Mandela. Neste desafio, os petrolíferos partem com algumas baixas, casos de Mira, Aryclenes e Tiago Azulão, devido a problemas de lesão. Muito por força da grande influência que o craque brasileiro possui nas manobras ofensivas dos tricolores, a sua ausência vai, certamente, beliscar o desenho ofensivo do vice-campeão do Girabola

. Apesar de jogar em casa, além ter uma vasta experiência nas provas sob a égide da CAF, os anfitriões partem, indiscutivelmente, como favoritos a vencer a contenda. Mas a equipa sob o comando de Beto Bianchi não poderá pensar que o Stade é uma formação intransponível. Por esta razão, o embaixador angolano terá de impor o seu modelo de jogo e nunca permitir o opositor “respirar” durante a partida.

Voz do treinador

Em declarações à imprensa, o técnico hispano-brasileiro, Beto Bianchi, disse estar convicto num bom resultado, mas não descartou as dificuldades que o seu emblema vai encontrar ao cabo dos 90 minutos. Beto Bianchi mostrou-se insatisfeito quanto ao estado do relvado do recinto de Modibo Keita. Para chegar a esta fase, a equipa do Catetão deixou pelo caminho a equipa do Orapa United FC do Botswana, com o resultado (4-0 e 2-0), além do AS Nyuki da RDC, por duas bolas a zero, no cômputo das duas mãos da fase eliminar.

error: Content is protected !!