Petro de Luanda empata na cidade de Bamako

depois do empate (1-1), na casa do stade malien, os tricolores precisam, no jogo de resposta, apenas de um nulo, a 19 deste mês no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, para chegar à fase de grupos da Taça cAF

O Petro de Luanda empatou (1-1) ontem diante do Stade de Malien, no Estádio Modibo Keita, em partida referente à 1ª mão da última eliminatória de apuramento à fase de grupos da 16ª edição da Taça da Confederação, Nelson Mandela. Com este empate, a equipa do Catetão precisa apenas de um nulo no embate de resposta aprazado para 19 deste mês, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda.

Apesar de o resultado abrir boas perspectivas para o jogo da segunda mão, os petrolíferos são obrigados a trabalhar arduamente para ultrapassar o conjunto maliano. Aliás, a equipa técnica liderada por Beto Bianchi sabe que quem joga para empatar arrisca-se a perder. Por isso, o técnico hispano-brasileiro vai procurar no seu reduto construir uma equipa agressiva na defesa e eficaz no ataque, de modo a conseguir o apuramento à fase final da competição. Ainda assim, Eddie Afonso, Diógenes, Élio, Wilson, Vá, Job, Tiago Azulão e Tony terão que redobrar os esforços nas sessões de treinos para evitar uma possível surpresa perante os sócios e adeptos.

Na partida de ontem, o Petro de Luanda entrou em campo determinado à conquista da vitória com um Herenilson e Além a não darem espaço para o adversário pensar o jogo ofensivo, onde tem jogador de enorme qualidade técnica e táctica. Mas, fruto de uma jogada de contra-ataque os malianos chegaram, aos 23 minutos ao golo inaugural por intermédio de Sylla.

Volvidos oito minutos, o internacional angolano Vá empatou o marcador 1-1, resultado com que as duas equipas foram ao recreio. No reatamento da partida, os dois treinadores fizeram algumas mexidas com o objectivo de chegar ao golo da vitória, mas as substituições nada de novo acrescentaram ao desafio.

Deste modo, angolanos e malianos terminaram o jogo empatados e adiaram a passagem para a fase de grupos da Taça CAF para 19 do mês corrente no Estádio 11 de Novembro, em Luanda. No final do embate, o treinador do Petro de Luanda, Beto Bianchi, reconheceu que Stade Malien é um conjunto muito poderoso fisicamente.