“N’gola Kilamba” leva arte e cultura à centralidade

Apesar de faltarem apoios, o lançamento do projecto está agendado para este Sábado, 19, e contará com a exibição dos grupos teatrais Elinga Teatro e Kussanguluca, na presença de figuras conceituadas da cultura nacional

As empresas de produção cultural RL, do realizador Carlos Araújo, e a Kimbo Kicuá, do actor Raúl do Rosário, manifestam-se preocupadas com ausência de espaços culturais e de actividade para entreter e educar os milhares de residentes da centralidade do Kilamba. Por essa razão, os fazedores de cultura entendem ser ‘inconcebível’ e preocupante a concentração destes milhares de cidadãos naquela nova urbanização, sem que tivessem tido em conta no seu ‘menu’ a componente cultural. “Há muitas ofertas de bebidas alcoólicas mas, espaços para educar culturalmente os moradores inclusive as crianças através da arte e cultura não existem”, observou o também actor, Raul do Rosário, tendo por esta razão anunciado a implementação de um projecto de massificação cultural denominado “Ngola Kilamba”.

A iniciativa

Trata-se de uma iniciativa, segundo explica, que prevê a massificação das diferentes formas de manifestação cultural com destaque para a exibição de peças teatrais, música, dança, poesia inclusive “spoken word”. O projecto a ser implementado no jardim, defronte à Administração da centralidade do Kilamba, contempla três sessões para crianças e adultos, ao longo da semana. A organização esclarece que a iniciativa surgiu nas redes sociais após a identificação da “fragilidade ou Lacuna” da administração local, na gestão dos espaços virados para a cultura tendo entregue, na sua maioria, a privados para a feitoria de quiosques de comes e bebes.O referido projecto, cujo lançamento oficial esta agendado para este Sábado, 19, está montado um palco numa área de aproximadamente 20 metros de largura e 25 de comprimento, podendo albergar mais de 400 pessoas embora ainda faltem cadeiras.

Varias figuras das nossa música desde artistas a amantes da arte estarão presentes para testemunhar o evento, que vai contar com a exibição dos grupos teatrais Elinga Teatro e Kissanguluca (referências na divulgação da cultura Folclórica) e também a actuação da Banda musical Ocasião, em que integram conceituados da música popular urbana angolana, dentre eles o Maranax e o Chiley. “O apadrinhamento da cultura deve ser maior e é fundamental para que tenhamos um alcance maior”, referiu um dos coordenadores do projecto que sublinha a necessidade de cedência de um dos anfiteatros de uma das escolas, dado o secretismo que encerra os ensaios de peças teatrais.

error: Content is protected !!