Carta do leitor: Para onde vai o dinheiro das taxas de circulação?

Saudações, ilustre director, do Jornal OPAÍS. Escrevo essa carta para mostrar o meu descontentamento no que concerne o dinheiro das taxas de circulação.

POR: Vivaldo Sachindeca, Talatona

Sei que daqui a poucos dias, vai começar a venda das taxas de circulação e mais uma vez nós, os automobilistas, teremos que pagar as taxas sob pena de ser multados pela polícia no caso de não ter a taxa de circulação actualizada. Sinceramente eu e os demais automobilistas temos perguntado, afinal de contas, aonde vai o dinheiro das taxas de circulação? É uma pergunta que deixo no ar e gostaria que as autoridades competentes falassem do assunto para melhor esclarecimento. Todos os anos é cobrada, mas todos os anos vemos as mesmas estradas com os mesmos buracos, sem iluminação, vemos nascer outros buracos filhos dos antigos e não vemos solução. Os danos, às nossas viaturas são constantes, e não vemos a polícia a passar multa aos responsáveis pelo mau estado das estradas, mas assistimos a uma polícia a passar multa a quem não pagou a taxa de circulação. Será que compensa pagar powr um serviço que não é atendido? Gostaríamos que esse ano tivesse mais transparência no processo de arrecadação desses valores e que o Estado fiscalizasse a aplicação desses mesmos valores, a famosa ‘Operação Resgate’ devia passar multa ao Ministério das Finanças e repatriar todos os buracos e apreender todas as vias sem iluminação, porque daqui a pouco vêm as chuvas e as nossas viaturas vão clamar por socorro.

error: Content is protected !!