Ethiopian Airlines cria empresa digital para Angola

A par do aumento das frequências e da qualidade dos serviços, a Ethiopian Airlines Angola implementa um modelo de serviços digitais

A Ethiopian Airlines abandonou a estratégia de operar no país por intermédio de uma agência de representação e constituiu uma empresa de direito angolano engajado no crescimento estratégico definido pelo grupo para o quinquénio 2020/25, segundo Yinnesu Fekadeneh, manager de Angola. O fim da representação, de pois de 32 anos, está integrado numa nova estratégia de crescimento global que a companhia anseia.

Neste contexto, o grupo optou por estreitar laços com clientes, instituições governamentais e parceiros, e reforçar a sua presença em Angola. A constituição da Ethiopian Airlines Angola foi concluída em Dezembro de 2018. E, desde o início do corrente ano, a empresa opera no quadro da estratégia da Ethiopian International Services – um dos seis business centers existentes no Grupo Ethiopian Airlines.

Com este passo, a nova empresa contribuirá não só para o crescimento económico do país, como aponta Yinnesu Fekadeneh, mas também para a quota de crescimento de 25% definida para o business center em que está inserida. Sem avançar números, o gestor explica que, do ponto de vista operacional, bem como da eficiência, estão a ser feitos investimentos, sendo que cinco vôos semanais são actualmente efectuados para diversos destinos a partir de Luanda.

error: Content is protected !!