Ordem dos Enfermeiros terá laboratório de simulação realística

O bastonário da Ordem dos Enfermeiros de Angola (ORDENFA), Paulo Luvualo, afirmou, ontem, em Luanda, que a instituição que dirige quer montar um laboratório de simulação realística, perspectivando a qualificação das competências dos estudantes e técnicos do sector.

Em declarações a OPAÍS, o responsável salientou que o projecto já foi entregue à ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, em 2018, e aguarda pelo financiamento para a sua implementação. Orçado em cerca de 30 mil dólares, o laboratório vai permitir que os beneficiários treinem as técnicas de enfermagem (em manequins), sem que se coloque em risco a vida do paciente.

“É uma das principais metas para este ano e vai ajudar muito os estudantes. Tão logo o MINSA dê luz verde, avançaremos”, disse o responsável. Paulo Luvualo destacou ainda que a aposta na formação de quadros se constitui como a principal linha de força até ao segundo trimestre, tendo, na ocasião, anunciado a realização de cursos de liderança para os directores de Enfermagem. Além desta acção formativa, está ainda prevista a capacitação de 40 fiscais para o sector da Saúde, sendo dois por província e mais quatro que farão parte da Direcção Executiva Nacional.

Visita dos deputados traz esperança

Paulo Luvualo considera que a visita efectuada recentemente pelos deputados da 6ª Comissão da Assembleia Nacional(Saúde, Educação, Ensino Superior, Ciência e Tecnologia) às instalações da ORDENFA revela a preocupação do Estado em relação ao trabalho desta classe de profissionais da saúde. Acrescentou que a mesma serviu não só para que os deputados conhecessem a infraestrutura que alberga a ordem, mas também para apresentarem as preocupações da classe. Importa realçar que a Clínica Multiperfil foi a pioneira neste segmento, tendo inaugurado, em 2012, uma infra-estrutura com três laboratórios simulados e práticas realistas no sector da Saúde.

error: Content is protected !!