Petro joga o “tudo ou nada” no Estádio 11 de Novembro

Os tricolores decidem hoje no Estádio 11 de Novembro, bairro Camama, em Luanda, a passagem à fase de grupos da 16ª edição da Taça CAF, quando medirem forças com o Stade Malien de Bamako, a partir das 17:00

POR: Kiameso Pedro

O Petro de Luanda, vice-campeão nacional, decide hoje, frente ao Stade Malien de Bamako, no Estádio Nacional 11 de Novembro, no bairro Camama, o acesso à fase de grupos da Taça da Confederação Africana, às 17:00. A jogarem em casa, os tricolores partem como favoritos para a vitória e o consequente apurammento. Para se concretizar o objectivo, a turma do Catetão é obrigada a justificar o favoritismo dentro das quatro linhas.

Ainda assim, aconselha-se a equipa treinada por Beto Bianchi a apontar todas as baterias ao ataque, até porque o resultado (1-1) alcançado no reduto do adversário não garante tranquilidade. Para o efeito, os jogadores com maior influência nas transições ofensivas, casos de Job, Tiago Azulão e Toni, terão de estar também inspirados, sobretudo no momento da finalização. Se, por acaso, os tricolores estiverem num mau dia, permitindo com que o opositor ganhe notoriedade, com destaque no último terço, o embaixador angolano terá poucas hipóteses de se qualificar para a fase de grupos da prova.

Aliás, os malianos têm uma vasta experiência nas provas sob a égide da Confederação Africana de Futebol (CAF). Em declarações à imprensa, o técnico do Petro de Luanda, Beto Bianchi, pediu aos amantes do futebol nacional que se façam representar esta tarde em grande massa no Estádio onze de Novembro.