1º de Agosto perde liderança do Girabola Zap no Moxico

Depois do nulo ontem, na visita ao 11 Bravos do Maquis do Moxico, os militares desceram para a segunda posição do Campeonato Nacional com 24 pontos, menos um que o líder, Desportivo da Huíla

O 1º de Agosto, tricampeão nacional, perdeu ontem a liderança para o Desportivo da Huíla, após empate sem golos na visita ao Bravos do Maquis do Moxico, em jogo referente à 13ª jornada do Girabola Zap. Com este resultado, no “tapete verde” do Estádio Mundunduleno, os militares descem à segunda posição, agora com 24 pontos, os mesmos que o Kabuscorp no terceiro lugar. No jogo, a equipa central das Forças Armadas Angolanas entrou em campo com o objectivo de conseguir a vitória.

Mas, os donos de casa tinham a lição bem estudada e anularam as principais peças dos visitantes, o que resultou no equilíbrio até ao apito final. Questionado quanto ao empate, o treinador-adjunto do “pri”, Filipe Nzanza, disse à imprensa que foi um bom jogo, sendo que a sua formação tudo fez para levar na bagagem os três pontos.

“Vamos levantar a cabeça, porque nada está perdido. Aliás, é um momento menos bom que estamos a passar, porém, no futebol é algo normal”, tranquilizou o técnico. Por sua vez, os representantes do Bravos do Maquis não prestaram qualquer declaração à imprensa local.

Outros resultados

O Kabuscorp do Palanca chegou e venceu na província da Lunda- Norte o Sagrada Esperança, por uma bola sem resposta. Na Vila da Caála, o Recreativo local e o Interclube empataram sem golos. Nas terras do “Progresso” o Cuando Cubango e o Progresso Associação do Sambizanga também empataram, mas a uma bola. Na Quarta-feira, Petro de Luanda e Santa Rita de Cássia do Uíge encerram a ronda no Estádio 11 de Novembro, às 16:00.

error: Content is protected !!