Não há dinheiro para fazer dinheiro

Em Benguela, locomotivas adquiridas pelo Estado para os caminhos de ferro estão paralisadas por falta de dinheiro para a compra de peças de reposição nos serviços de manutenção. O país está quase todo assim. É o resultado da nossa passagem por um caminho se divisas. A Falta de dólares faz-se mesmo sentir. Mas é consequência de duas coisas: o país produzir pouco para vender e também da banga disparatada que se fez com o dinheiro alheio. A lógica de não haver dinheiro para quem não trabalha e os donos dos dólares, os americanos, nos castigaram. Então, temos um país que para fazer dinheiro tem de ter os comboios a funcionar para escoar os bens agrícolas e minerais do interior para os portos, mas que não tem dinheiro para pôr os comboios a andar. Se no CFB falta dinheiro para as máquinas, em Luanda falta dinheiro para os trabalhadores, que, por isso mesmo, estão em greve. No nosso caso, felizmente, esta aparente pescadinha com o rabo na boca é isto mesmo, não se trata de resolver uma espécie de enigma, como se o ovo antecede à galinha ou o contrário. Aqui sabemos bem que o ovo acabou partido ao meio. E quem o partiu foram a má gestão e o roubo. Bem, não adianta divagar, o povo vai continuar a sofrer.