ONU pede a moçambique a libertação imediata de jornalista detido há 20 dias

ONU pede a moçambique a libertação imediata de jornalista detido há 20 dias

O apelo é feito por David Kaye, relator especial das Nações Unidas para a área de liberdade de expressão, e por Seong- Phil Hong, secretário-geral do Grupo de Trabalho sobre Detenções Arbitrárias Especialistas em Direitos Humanos das Nações Unidas pediram esta Sexta-feira, em Genebra, a libertação imediata do jornalista Amade Abubacar, cuja detenção pelas autoridades moçambicanas, há 20 dias, tem sido contestada por diversas organizações.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta