Pacaças e elefantes em extinção no Zaire

Elefantes e pacaças estão entre as espécies animais em regime de protecção que se encontram em vias de extinção na província do Zaire devido à caça furtiva, informou Sexta-feira, em Mbanza Kongo, o chefe do departamento do instituto de Desenvolvimento Florestal (iDF), João Domingos.

Em declarações à Angop, o responsável apontou os corredores Casa da Telha/ Soyo e Musserra/Rio Loge como as principais localidades da província onde se verifi ca com frequência o abate indiscriminado dessas espécies animais. Sem avançar a média diária de animais abatidos, a fonte referiu que parte considerável da carne é comercializada a passageiros que circulam na estrada nacional 110, que liga a cidade de Mbanza Kongo à capital do país, Luanda.

De acordo com a fonte, esses caçadores exercem a actividade à margem da lei, uma vez que a direcção geral do iDF suspendeu, há cinco anos, o processo de emissão de licenças de caça para permitir o repovoamento da população animal na região.

Entre outras espécies mais preferidas por caçadores furtivos na província, João Domingos mencionou a seixa, o veado, a pacaça, o javali e o macaco. Quanto à fl ora, o interlocutor da Angop apontou o paupreto, pau-ferro e Nfumbwa (folhas comestíveis com maior incidência na zona Norte do país) como estando também em via de extinção nesta parcela do território nacional.

Para contrapor a situação, que considera atingir contornos alarmantes, João Domingo disse que o iDF na região vai encetar contactos com a Polícia Nacional e com as administrações municipais para uma fiscalização conjunta da fauna e fl ora.

error: Content is protected !!