Actores do ANIM’ART e da JTW de Berlim partilham palco com a peça “A vida é sonho”

A peça, com duração de 1 hora e 15 minutos, apresentada no palco do anfiteatro do ANIM’ART, contou com a participação de sete actores angolanos e seis alemães. A mesma será ainda exibida em Fevereiro no Elinga Teatro

Os actores da Companhia Tic Tac do Centro de Animação Artística do Cazenga (ANIM’ART) e da Oficina de Teatro para Jovens de Spandau de Berlim (JTW) apresentaram no Domingo, 27, a peça teatral “A vida é sonho”, com base na 2ª fase do Juvenil e Cultural existente desde 2016. A peça, que foi muito aplaudida pelo público presente no anfiteatro do ANIM’ART, com duração de 1 hora e 15 minutos, foi adaptada do texto do dramaturgo espanhol Pedro Calderon de La Barca, do século XVII e contou com a participação de sete actores angolanos e seis alemães. Trata-se de uma fábula, onde um rei tirano receia deixar o trono por pensar que o seu filho teria o mesmo comportamento. Para que o facto não ocorresse, deteve o filho numa torre.

Mas, ao passar do tempo, com a idade, começou a deparar-se com questões sociais e decidiu libertar o filho, a fim de constatar a sua atitude. O alemão Carlos Manuel, que dirige a peça, disse que a união dos actores tem sido surpreendente, porque para além da troca de experiências no palco conseguem entrosar os seus hábitos, historias e o idioma. “O modo de pensar e a estética são completamente distintos. Mas quando os dois grupos encontraram- se, para a surpresa geral, apresentaram a peça em português e alemão. Apesar de não falarem a mesma língua, se compreendiam pelas intenções cénicas e foi surpreendente”, contou.

Estreia da peça

A referida peça estreou em Setembro do ano passado em Berlim, na Alemanha. O director artístico realçou que desde o início do projecto, em 2016, notou a sinceridade dos actores angolanos durante a interpretação, facto que considerou diferente na actuação dos actores alemães. “Eles são muito directos, enquanto os actores alemães mais formais. Estamos em momentos históricos diferentes e espero que sejamos modelos para eles e eles para nós”, apontou. A caravana alemã, composta por 13 elementos, entre actores, directores e técnicos actores está no país desde Sexta-feira, 25, onde deverá permanecer durante duas semanas. Carlos Manuel referiu que o intercâmbio está a ser positivo, pelo facto de puderem conhecer a cultura dos dois países. “Estamos a passar pela mesma experiência, que os angolanos passaram quando foram a Berlim, no ano passado, a fim de firmar o intercâmbio”. O responsável avançou que um dos próximos desafios é de integrar actores angolanos na Alemanha, de modos a trabalhar na área cultura, assim como actores alemãs no ANIM’ART para terem outras expectativas e modelos de pensamento.

Outras actividades

Por sua vez, o coordenador do ANIM’ART, Orlando Domingos, realçou que a presente exibição marcou o arranque da 2ª fase do intercâmbio, que será realizado durante duas semanas, com a exibição da peça no dia 30 de Janeiro e 2, 3, 4 e 6 de Fevereiro no anfiteatro do ANIM’ART e no Elinga Teatro, em Luanda. Orlando Domingos avançou que pretendem visitar o Ministério da Cultura, da Juventude e Desporto, o Instituto Angolano da Juventude e o Conselho Nacional de Juventude, com o objectivo de explicar a essência do intercâmbio. O também encenador disse ainda que visitarão os jovens actores nas províncias de Malanje, Cuanza Sul e Cuanza Norte, a fim de integrá-los nas futuras acções resultantes da parceria.

“Estamos a fazer o acolhimento do grupo alemão, assim como eles fizeram na 1ª fase e temos um programa similar, daquele que cumprimos na Alemanha. Nesta fase, serão estudadas as futuras acções, que serão implementadas nos próximos anos”, explicou. Orlando Domingos contou que até 2022 pretendem ter uma plataforma de acção cultural com jovens alemães e angolanos. “Por isso, estamos a trabalhar neste sentido, para conhecer um pouco mais sobre a realidade dos dois povos”, rematou.

error: Content is protected !!