Carta do leitor:Ministério da Educação está distraído com número de crianças em fase escolar

Caro director do Jornal Opaís, muito obrigado pela oportunidade. Gostaria de falar sobre algumas matérias que têm estado a ser veiculadas nos vários órgãos, tal como neste diário, sobre o ‘Número de Crianças Fora do Sistema de Ensino’ no nosso país. Sei que em alguns casos é por falta de vagas nas escolas. penso que situações similares vão acontecer com alguma regularidade, uma vez que de certa forma o Ministério da Educação e, não só, não tem feito um acompanhamento do número de crianças a entrar na fase escolar, digo isto porque ou o número de escolas reduziu ou a população aumentou e o Governo esteve distraído, porque se assim não fosse, deviam aumentar o número de escolas de acordo com o aumento do número de crianças em fase escolar, de forma a responder à procura. Temos assistido a essa mesma situação no Ensino Superior, em que o número de vagas da única Universidade pública nem responde a 20% do número de estudantes que possivelmente não vão poder ingressar no sistema de ensino, isso porque os custos dos colégios e universidades privadas em Angola é consideravelmente alto. Desse jeito nos deparamo-nos com o seguinte dilema, das duas uma: o Estado vai criar condições para que no próximo ano aumente o número de salas de aulas e regular os preços das escolas privadas e universidades pensando no custo de vida e na inflação que se regista actualmente, ou vai permitir que muitas crianças e jovens fiquem em casa! penso que é caso de análise das entidades competentes, de forma a contornarem a situação, para o bem do país.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!