Unita em Benguela promete fiscalizar acções do Governo em 2019

A afi rmação é do seu secretário provincial durante a abertura do ano político deste partido decorrida na cidade do Lobito

POR: Constantino Eduardo, em Benguela

No âmbito do controlo e fiscalização da actividade do Executivo, o secretário provincial da UNITA em Benguela, Alberto Ngãlanela, diz ter a máquina partidária afinada para garantir uma fiscalização às acções do Governo de Rui Falcão, com base nas acções inscritas no Orçamento Geral do Estado destinado para Benguela. Falando Sábado, 25, no Lobito, no acto que marcou a abertura oficial do ano político de 2019 para a UNITA, com base nas orientações e linhas de força constantes dos quatro eixos que norteiam a sua agenda política, apresentada a 17 de Janeiro, em Luanda, Alberto Ngãlanela promete mobilizar os cidadãos para esta empreitada.

Segundo o político e deputado à Assembleia Nacional pelo circulo provincial de Benguela, “cada um, na sua área de residência, na sua comunidade, no seu local de serviço, deve fiscalizar a actividade do Executivo”. Apontou que a fiscalização abrangerá o Governo provincial, as administrações municipais, os hospitais, as escolas, a execução de obras e infra-estruturas, unidades penitenciárias, Polícia Nacional, bem como na garantia e defesa dos direitos fundamentais dos cidadãos. De acordo com o político, os cidadãos, neste particular, serão mobilizados para terem a consciência dos seus direitos, deveres e obrigações energia e lixo A província de Benguela, segundo Ngãlanela, tem vivido, nos últimos meses, irregularidades no fornecimento de energia eléctrica e na recolha de lixo, factos reclamados pelos munícipes.

Segundo sustenta, se os governantes não comunicam com os cidadãos sobre a prestação destes serviços, a estes caberá interpelá- los, consciencializando-os de que a prestação dos aludidos serviços por parte de quem governa “não é um favor, mas sim uma obrigação do Governo, porque o cidadão é o contribuinte do dinheiro alocado para as empresas prestarem serviço de qualidade”. Acrescentou que a UNITA na província de Benguela quer estabelecer aliança com o cidadão, para juntos desencadearem acções de fiscalização da execução do OGE destinado para a província de Benguela no exercício económico de 2019.

Autarquias

Durante o seu discurso, Alberto Ngãlanela reiterou a importância da implementação das autarquias locais em todo o país, informando que o seu partido tem desenvolvido uma série de acções junto dos cidadãos. Estas acções consubstanciam-se em sentadas de cidadania, conversas de quintais, encontros informais e outras formas de contacto e aproximação para explicar o que são as autarquias, a necessidade da sua implantação e as vantagens para o aprofundamento da democracia.

error: Content is protected !!