Rabelais solicitou nova data para audiência na PGR disse o seu advogado

O deputado Manuel Rabelais não compareceu ontem à audiência marcada na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP) da Procuradoria Geral da República (PGR), como havia sido noticiado pela imprensa um dia depois de ter sido retirado a 24 deste mês de um avião em que seguiria viagem para Lisboa sem qualquer notificação.

Como noticiou ontem OPAÍS, a notificação da PGR, também datada de 24 de Janeiro, apenas nesta Segunda-feira, 28, chegou ao deputado por via da Assembleia Nacional que a remeteu à sua assessoria jurídica e de imprensa. Ontem de manhã, tratou-se da procuração de constituição de advogado e foi, já à tarde, enviada à PGR uma carta para aceitação do advogado e solicitação da remarcação da audiência para outra data.

João Gourgel, o advogado de Rabelais, disse à imprensa, entretanto, que nada impede que o deputado seja ouvido num processo crime, já que as suas imunidades apenas podem ser retiradas, se solicitadas, em caso de pronúncia. Manuel Rabelais é arguido no processo nº 68/2018, que decorre na DNIAP, por factos praticados na qualidade de Director do extinto Gabinete de Revitalização e Execução da Comunicação Institucional e Marketing da Administração (GRECIMA).

error: Content is protected !!