Novo modelo do negócio agrícola apresentado aos empresários

O Portal do Agronegócio angolano foi apresentado em luanda pela aIPeX aos empresários angolanos, ligados ao sector, que poderão daqui por diante comprar, vender, trocar e divulgar tudo que os interessa no âmbito do negócio agrícola em angola

POR: Jorge Salvador

O administrador da AIPEX, Francisco Lelo, disse, durante o evento de apresentação do Portal Web dedicado inteiramente ao Agronegócio, que “é uma oportunidade que surge para potenciar o crescimento do sector, criar oportunidades de negócios e atrair investimentos”. Acrescenta que “a AIPEX abraçou esta iniciativa porque acredita nos resultados positivos que podem ser alcançados no processo de captação de investimentos e permitir que os investidores do sector em causa materializem os seus projectos”.

Denominado UÍZA, o portal vai facilitar a interacção e juntar no mesmo espaço virtual compradores e vendedores, prestadores de serviço e todos os players do agronegócio, através da plataforma (UÍZA.co.ao). O Portal do Agronegócio angolano está actualmente dividido em seis áreas principais, nomeadamente a homepage, agro-anúncios, agro-anunciar, registe-se, agro-docs e publicidade. Na categoria do Agro-anunciar os agro-anúncios são grátis, e não há limite de anúncios por utilizador registado, sendo que cada anúncio ficará online durante 30 dias, podendo o utilizador renovar  o mesmo automaticamente de forma simples e fácil. No agro-docs trata-se essencialmente de uma base de dados com diversos documentos extremamente interessantes relacionados com o sector disponíveis online de forma livre.

Quanto ao registo, registe-se quem quiser colocar um agro-anúncio no Portal do Agronegócio Angolano. Para tal, tem necessariamente de registar-se de forma gratuita no mesmo. Ao estar registado, já poderá efectuar o seu Login para aceder ao seu perfil que irá manter um histórico da sua actividade no Portal. Da mesma forma, ao fazer Login, já poderá criar/gerir os seus AGRO-Anúncios ao clicar no menu para o efeito. O CEO da WEZA, Chris Masters avançou durante a sua intervenção que durante o primeiro trimestre deste ano, está confirmado o lançamento de uma APP desta ferramenta, não obstante o Portal do Agronegócio Angolano já estar funcional nas versões mobile e tablet.

Incentivos para alavancar o sector do Agro-negócio

Em relação aos incentivos, os empresários presentes na apresentação do Portal admitiram que o sector tem dado sinais positivos que garantem que vale muito apostar e investir em novos projectos e em muitos outros que precisam de mais financiamento para avançarem e darem resultados. Os empresários e outros players do sector consideram importantes novas apostas e investimentos para relançar o Agronegócio e mostrar as mais-valias do sector desde a produção, comercialização e distribuição bem como o fornecimento de serviços e equipamentos. Durante o evento foi ainda partilhada a ideia de que Angola possui um elevado potencial para a produção agrícola e que o país deve adoptar tecnologias validadas face aos objectivos de aumentar a produção, por exemplo, em termos de cereais para mais de 5 milhões de toneladas por ano.

Embora o sector em causa é hoje uma prioridade na agenda governativa do país, os constrangimentos no desenvolvimento agrícola do país parece não terem fim. Para o director nacional da Agricultura, os principais entraves do sector estão assentes na informação básica que ainda é insuficiente, o baixo nível de tecnologia, a baixa capacidade de investigação e a produção de sementes que é limitada, assim como o baixo nível tecnológico.

error: Content is protected !!