Cabo verde mobiliza financiamento para comprar 500 carros eléctricos

O Governo cabo-verdiano está a mobilizar financiamento para a aquisição de 500 carros eléctricos, até ao final de 2019, indicou Sexta-feira fonte oficial

 

POR: PANA

De acordo com o director nacional da Indústria e Energias de Cabo Verde, Rito Évora, o Governo cabo-verdiano está a trabalhar com a cooperação alemã para conseguir fundos para um primeiro programa de incentivos de apoio à aquisição de novos veículos eléctricos com o objectivo de estimular o surgimento de um mercado de carros eléctricos em Cabo Verde. “Nós estamos a candidatar-nos aos fundos.

A estratégia passa por mobilizar fundos climáticos e outros, a custo zero, para viabilizar este programa. Estamos na última fase do concurso do Nama Facilit e, se correr tudo como previsto, no final de 2019 teremos acesso a sete milhões de euros, para adquirir 500 veículos eléctricos”, precisou. Rito Évora falava à margem da apresentação da Carta de Política para a Mobilidade Eléctrica, um evento durante o qual foram apresentadas sete viaturas 100 por cento eléctricas, adquiridas no âmbito de um consórcio que juntou a cooperação Luxemburguesa Centro de Energia Renováveis e Eficiência Energética e as empresas Electra e APP.

As aquisições em causa serão feitas no quadro do plano de acção da Carta de Mobilidade Eléctrica, tendo o director nacional da Indústria e Energias apontado que a objectivo da carta é fazer a substituição gradual dos carros com mobilidade térmica, que utilizam combustíveis fósseis, para carros eléctricos, que não emitem gases com efeitos de estufa, até ao horizonte de 2035. A Carta da Política para a Mobilidade Eléctrica tem, de acordo com Rito Évora, duas abordagens, sendo uma de curto/médio prazo, baseada em estímulos e incentivos e uma segunda fase mais comercial. De entre os incentivos, Rito Évora refere que já foi dado um passo importante com a alteração, há um mês e meio, da pauta aduaneira que isenta os carros eléctricos de pagamento de direito de importação.