Petro de Luanda proibido de escorregar frente ao Gor Mahia

Os tricolores estão proibidos de perder hoje frente aoemblema queniano no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, em desafio referente à segunda jornada do grupo D da 16ª edição da Taça Nelson Mandela, às 17:00

POR: Kiameso Pedro

O Petro de Luanda, clube sob a orientação do técnico hispano-brasileiro Beto Bianchi, está proibido de perder hoje frente ao Gor Mahia do Quénia, no tapete verde do 11 de Novembro, naquele que será o encontro a contar para a segunda jornada do Grupo D da Taça da Confederação (CAF). Na primeira jornada, os petrolíferos não tiveram ímpeto ofensivo para suplantar os argelinos do Hussein Dey ao perderem por duas bolas a uma.

Para manterem o sonho que passa pela qualificação aos quartos- de-final, tal como augura Tomás Faria, presidente do Petro Atlético, os tricolores vêem- se obrigados a vestir o “fato- macaco de gala”, de modo a ultrapassarem os quenianos, formação que nesta competição já deu mostras de que tem um conjunto que impõe respeito. A vitória conseguida ante ao Zamalek do Egipto por quatro bolas a duas, serve de exemplo.

Por esta razão, os comandados de Beto Bianchi terão o dever de empurrar o adversário para tarefas defensivas. Depois da derrota frente ao 1º de Agosto, seu eterno rival, os tricolores vão certamente transformar este desaire em força para testarem a competitividade do opositor. Advinha-se para já um desafio que promete ser bastante renhido, tendo em conta a dimensão de ambos os plantéis, mas com favoritismo a recair para as hostes dos visitantes, pois estão moralizados em contraste com os anfitriões, que estão ainda a digerir a derrota consentida no Campeonato Nacional, frente ao seu arquirrival no 77º “clássico dos clássicos” do futebol angolano. Mas os quenianos sabem que terão de provar este favoritismo dentro das quatro linhas.

Na série D, os tricolores do Eixo- Viário e os faraós figuram na última posição sem pontuar, ao passo que o Gor Mahia do Quénia e o Hussein Dey da Argélia partilham a liderança com três pontos cada. Na próxima ronda, os vice-campeões do Girabola Zap de 2018, medem forças com o Zamalek do Egipto, em jogo pontuável para a terceira jornada da prova.

error: Content is protected !!