Samakuva reitera disposição de deixar liderança da UNITA este ano

Ao cabo de três mandatos na liderança da UNITA, iniciados em 2003, no primeiro Congresso realizado em Luanda, Isaías Samakuva manifestou-se disposto a deixar a presidência do partido

Em relação aos potenciais candidatos a liderança da UNITA, Samakuva não avança nomes, pois, segundo ele “se o fizer, na minha condição de presidente do partido, desencadearei um processo complicado. No entanto, temos muitos nomes que podem lidera a organização”, considerou, o substituto de Jonas Savimbi.

Na entrevista que concedeu a Rádio Mais, do Grupo Media Nova, Samakuva reiterou que o sue partido é a favor do combate à corrupção, p5rocesso em curso no país, dizendo que “que mesmo o processo de eleição do Presidente da República esteve eivado de corrupção, uma vez que andou a oferecer coisas.

Apesar das críticas internas, que apontam para a falta de democracia interna, o líder da UNITA diz que o seu partido é democrático. E mais: “internamente há vozes que se levantam contra mim, dizendo que sou liberal de mais, pois consulto os meus colegas sempre que pretendo tomar uma decisão”, disse.

leave a reply