Carta do leitor: Isto está a apertar

POR: Carlos Fortunato
Luanda

Prezados amigos do jornal OPAÍS, Eu não entendo nada de economia e muito menos de finanças, mas acho que as nossas autoridades não estão a contar tudo. O Governo tem de ser mais sério e não tentar nos apanhar já quando não temos como reagir, como aconteceu com os últimos aumentos dos combustíveis. Acho que mais vale avisar as pessoas para se prepararem. O Governo não pode fazer como os polícias que se escondem na esquina para apanhar o automobilista que comete uma infracção como andar fora de mão para se desviar de um buraco na estrada e aplicar multa ou pedir gasosa. Ninguém ainda nos explicou o que é isto de o crédito dos bancos ao pacato cidadão ser outra vez indexado ao dólar. Isto quer dizer que os juros podem subir todos os dias, porque o Kwanza só desvaloriza. Se ganhamos em kwanzas neste país, porquê que o crédito bancário é contado em dólares? Alguma coisa não estão a nos dizer. Está a faltar transparência para o cidadão compreender. Além disso, na América, dona dos dólares, o crédito não tem os juros que aqui os bancos pedem, quase a chagar aos vinte por cento. Mas é o mesmo Governo que diz que quer diversificar a economia. Ou será que diversificar a economia na cabeça do Governo é só com empresários estrangeiros? Porque a iniciativa angolana parece que dá sarna ao Governo. Mas vamos ter crédito indexado ao dólar mas também é impossível ter acesso ao dólar para fazermos negócios. Os bancos não dão e agora cada um está a impor condições malucas. O Governo tem de nos dizer o que quer na realidade, ou se não entende nada de economia.

leave a reply