Petro perde em Antananarivo

Petro perde em Antananarivo

O Petro de Luanda, já qualificado para a “elite dos oito” do basquetebol africano, perdeu ontem com o Smouha do Egipto por 79-62, na última jornada do grupo D da Afro League que a cidade de Antananarivo, Madagáscar, acolheu. O representante angolano, com uma equipa à altura das encomendas, falha assim o pleno tal como fez o 1º de Agosto na semana passada na série C.

Os egípcios foram mais ousados e, como é evidente, vergaram os tricolores sem muitos obstáculos na ponta final. Por esta razão, o cinco angolano regressa ao país com o sentimento do dever cumprido, mas deve corrigir os erros cometidos no embate com os egípcios. Aliás, terá adversários de peso na fase seguinte, um deles o 1º de Agosto, rival de longa data. O técnico do Petro de Luanda, Lazare Adingono, ao longo do desafio, ainda operou várias substituições no seu plantel. Mas não surtiram efeito, porque o adversário tinha o jogo controlado e estudou melhor as fraquezas do representante angolano.

Em declarações à imprensa, o técnico do Petro disse que o adversário soube tirar proveito dos erros que a equipa cometeu. “Vamos continuar a trabalhar, aliás a equipa teve algumas falhas ao longo da partida”, admitiu Lazare Adingono. A próxima fase da prova arranca em Março, mas os embaixadores angolanos ainda têm muito tempo para estudar os seus adversários. O Campeonato Nacional de Basquetebol, para alguns analistas da bola ao cesto, será o balão de ensaio para as equipas angolanas ganharem mais rodagem.