Chipalavela quer gestores públicos perspicazes na Huíla

Os gestores públicos devem aprimorar a capacidade de negociação dos financiamentos de projectos e adaptando-os à realidade local defendeu na Segunda-feira, na cidade do Lubango, a vice- governadora para o sector Político, Económico e Social da Huíla, Maria Chipalavela.

A responsável fez estas declarações quando intervinha num seminário sobre o “Sistema de Monitoria e Avaliação Indicadores de Impacto e de Resultados”, dirigidos a directores e delegados provinciais, técnicos das administrações municipais e representantes da sociedade civil, numa actividade promovida pelo Governo Provincial da Huíla.

Segundo Maria Chipalavela, só com gestores públicos capazes será possível materializar os programas e alcançar-se resultados satisfatórios para o desenvolvimento da região e o bem-estar da população. Asseverou que, mais do que a azáfama em receber financiamento para projectos fundamentalmente externo, é necessário a instituição beneficiada conhecer a realidade local para ser capaz de negociar as prioridades com a entidade financiadora.

Acrescentou que é fundamental uma boa negociação entre o financiador e a entidade beneficiária, que deve ter o conhecimento da realidade local e saiba identificar as prioridades, no sentido do apoio ser direccionado e gerido da melhor forma para servir o interesse público. A actividade, com duração de um dia, visou sensibilizar os gestores sobre a importância dos sistemas de monitorização e avaliação do cumprimento dos programas e projectos traçados pelo Executivo, entre outros assuntos.

error: Content is protected !!