Operação Transparência: Mais de 450 mil estrangeiros ilegais abandonam o país

O Conselho de Segurança Nacional recomendou a continuidade da Operação Transparência, que desde Setembro de 2018 forçou o abandono do território nacional a 453 mil 22 cidadãos estrangeiros ilegais

A informação consta no comunicado da primeira sessão ordinária do Conselho de Segurança Nacional realizada Terçafeira sob a orientação do Presidente da República e Comandante-em- Chefe das Forças Armadas Angolanas, João Lourenço. O Conselho considera terem sido atingidas as metas traçadas mediante a implementação das medidas multi-sectoriais previstas no Plano Estratégico Operacional do Executivo para o Combate à Imigração Ilegal e Tráfico Ilícito de Diamantes.

O conclave analisou informações prestadas pelo Tenente-General Américo Valente, Coordenador do Posto de Coordenação Avançado da Operação Transparência, no período de Setembro de 2018 a Fevereiro de 2019. O documento esclarece que dos 453 mil e 22 cidadãos estrangeiros que abandonaram o país, 35 mil 784 foram repatriados administrativamente, 416 mil 496 abandonaram voluntariamente e 842 foram transferidos para Luanda, a fim de serem repatriados para os seus países de origem. Indica que foram encerradas 159 Cooperativas

error: Content is protected !!