Nigéria começa contagem de votos

Um punhado de secções eleitorais permaneceu aberta para permitir que mais nigerianos votassem no Domingo, no que se espera que seja uma disputa presidencial entre o actual presidente Muhammadu Buhari e o empresário Atiku Abubakar, o maior produtor de petróleo de África. Buhari, 76, um ex-líder militar que busca um segundo mandato eleito numa plataforma anti-corrupção, enfrenta Atiku, 72, ex-vice- presidente que prometeu expandir o papel do sector privado na maior economia de África.

Os eleitores entraram em fila na noite de Sábado, em algumas áreas do país mais populoso da África, onde as secções eleitorais abriram tarde ou as máquinas de votação funcionavam mal. Um punhado delas abriu novamente no Domingo para compensar os atrasos. Cerca de 73 milhões de eleitores votaram num grupo de mais de 70 candidatos presidenciais numa eleição que foi adiada no Sábado anterior devido à logística, apenas algumas horas antes do início do evento. Não ficou claro quando o resultado do escrutínio seria anunciado.

“Tudo está a ir bem no que toca à a contagem”, disse Festus Okoye, funcionário da Comissão Nacional Eleitoral Independente. “A partir de Terça-feira devemos ter um número substancial de resultados.” Tanto Buhari, o portador da bandeira do Congresso Todos Progressistas, quanto Atiku, que representa o Partido Democrático do Povo, expressaram confi ança de que eles iriam ganhar a eleição. “O melhor candidato deve surgir e a opinião das pessoas deve contar”, disse Asiwaju Ola, um empresário na capital Abuja. Na fortaleza do norte do estado de Kano, Buhari é um dos principais campos de batalha nas eleições próximas. “Será amargo se Atiku vencer, mas teremos que aceitá-lo”, disse Ali Adamu, de 50 anos, motorista de Kano. Henry Okalome, 55 anos, um comerciante em Kano que votou em Atiku, disse: “não esperávamos que a eleição fosse tão fácil … achamos que as pessoas poderiam estar a morrer”.

A disputa entre Buhari e Atiku depende da renovação de uma economia que está a lutar para ultrapassar a sua primeira recessão em 25 anos, na qual entrou em 2016 e emergiu em 2017. Buhari concentrou a sua campanha na erradicação da corrupção, mas os críticos dizem que não houve nenhuma condenação significativa no seu primeiro mandato. Atiku disse que pretende duplicar o tamanho da economia para USD 900 biliões até 2025 no caso de ser eleito, apesar de ter sido perseguido durante anos por acusações de corrupção, coisa que ele nega.

error: Content is protected !!