Fundo de Investimento “BAI Rendimento Premium” com Kz 10 mil milhões

O período de subscrição ao Fundo Especial de Investimento em Valores Mobiliários Fechado “BAI Rendimento Premium” iniciou a 5 de Fevereiro e termina a 22 de Março de 2019

O período de subscrição ao Fundo Especial de Investimento em Valores Mobiliários Fechado “BAI Rendimento Premium” arrancou no dia 5 de Fevereiro e termina a 22 de Março de 2019, cuja actividade terá início a 25 de Março de 2019 e término a 25 de Março de 2020. Durante o período de subscrição, adianta o BAI, os investidores interessados devem preencher o “boletim de subscrição” disponível num dos Balcões Premium do BAI, num montante mínimo de 100 mil Kwanzas, não incidindo sobre o montante subscrito qualquer comissão ou encargo.

O Fundo de Investimentos “BAI Rendimento Premium” terá um montante máximo de 10 mil milhões de Kwanzas e sendo um fundo fechado, não permite resgates antecipados, nem subscrições fora do período de subscrição, ocorrendo o reembolso na data de liquidação do fundo. O Fundo Especial de Investimento em Valores Mobiliários Fechado “BAI Rendimento Premium”, cujo registo foi aprovado pela Comissão do Mercado de Capitais (CMC), visa proporcionar aos participantes uma alternativa de investimento em relação aos produtos tradicionais. O fundo de investimento é um instrumento financeiro que resulta da captação de capital junto de diversos investidores, constituindo o conjunto desses montantes um património autónomo, gerido por especialistas que o aplicam numa variedade de activos.

A política de investimentos do Fundo de Investimento “BAI Rendimento Premium”, determina que o património do fundo será investido em Bilhetes do Tesouro, Valores Mobiliários emitidos ou garantidos pelo estado angolano e depósitos a prazo, proporcionando assim aos participantes do Fundo um retorno esperado alto face ao baixo risco do investimento. O Fundo de Investimento “BAI Rendimento Premium” será administrado pela sociedade gestora de Fundos de Investimentos BAIGEST a quem compete, de forma diligente e profissional, a prática de todos os actos e operações necessárias à boa administração do fundo de investimento, de acordo com o seu regulamento.

Em Angola, os fundos de investimento são supervisionados pela Comissão do Mercado de Capitais. Existem no mercado diversos tipos de fundos de investimento, que se distinguem, designadamente, pela diversificação das classes de activos presentes nas suas carteiras. Os fundos de investimento em mobiliários investem, sobretudo, em activos como acções, obrigações ou outros valores mobiliários.

error: Content is protected !!