Embaixador angolano acreditado na União Africana

O novo embaixador de Angola na Etiópia, Francisco da Cruz, procedeu nesta Quarta- feira à entrega das suas Cartas Credenciais ao Presidente da Comissão da União Africana (CUA), Moussa Faki Mahamat, que o acreditam como Representante Permanente de Angola junto da União Africana (UA).

De acordo com uma nota dos Serviços de Imprensa da Embaixada da República de Angola na Etiópia, durante a audiência, decorrida na sede da UA, o diplomata angolano assegurou a total cooperação do Governo Angolano para o sucesso da missão do Presidente da CUA, assim como reafirmou o absoluto compromisso para com os princípios e objectivos estratégicos da União Africana.

Neste sentido, destacou como pilares principais a Paz e Segurança, Assuntos Políticos, a Zona de Livre Comércio Continental e o reforço da voz e representação de África em questões Internacionais. Sublinhou que Angola está seriamente engajada no apoio às Reformas Institucionais e Financeiras em curso na UA, com vista a que esta dependa, cada vez menos, de doadores internacionais.Francisco da Cruz manifestou o desejo do país em trabalhar nos assuntos urgentes da organização continental, bem como na prossecução dos objectivos da Agenda 2063.

Por seu lado, o Presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, valorizou a “importância estratégica” de Angola para a Paz e Segurança de Africa, e fez uma breve abordagem sobre o processo de Reformas Institucionais da UA, bem como das actividades da CUA. Após realçar a posição dupla de Angola, que pertence à África Austral e à Central, Moussa Faki congratulou- se com a transição pacífica ocorrida na República Democrática do Congo, na sequência das eleições ganhas por Felix Tshisekedi e dos últimos desenvolvimentos na República Centro- Africana. Neste país foi assinado, no passado dia 6 de Fevereiro, um Acordo de Paz entre o Presidente Faustin Archange Touadera e líderes de 14 grupos armados, para pôr fim à crise, iniciada em 2013.

error: Content is protected !!