Venezuela sofre novas sanções dos EUA e expulsa embaixador alemão

O Governo de Donald Trump revogou 77 vistos de venezuelanos próximos a Maduro e advertiu “às instituições financeiras estrangeiras que enfrentarão sanções” se facilitarem “transações ilegítimas que beneficiem” o Governo venezuelano.

“Os Estados Unidos vão revogar 77 vistos, inclusive os de muitos funcionários do Governo de Maduro e suas famílias. Continuaremos fazer pressão para o regime de Maduro prestar contas até que a liberdade se restabeleça na Venezuela”, disse nesta Quarta-feira o vice-presidente americano, Mike Pence. Com estes cancelamentos, são mais de 250 os vistos para venezuelanos restritos desde 2017.

Washington também exigiu a “libertação imediata” do jornalista americano Cody Weddle, colaborador de vários veículos de comunicação americanos. Weddle e o seu ajudante venezuelano, Carlos Camacho, foram detidos na Quarta-feira em Caracas pela contra-inteligência militar e passaram cerca de 12 horas em poder das autoridades. O jornalista americano será deportado nesta Quinta-feira.

Antes, a alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, destacou que a crise foi “exacerbada pelas sanções” internacionais e anunciou o envio de uma delegação à Venezuela na semana que vem. Tentando contrabalançar a investida internacional, o Governo da Venezuela declarou o embaixador Danieer persona “non grata” e determinou que deixe o país em 48 horas, devido aos seus “recorrentes actos de ingerência nos assuntos internos”. “Esta é uma decisão incompreensível, que agrava a situação e não contribui para a distensão.

O nosso apoio, o apoio da Europa, para Juan Guaidó permanece intacto”, assegurou o ministro alemão das Relações Exteriores, Heiko Maas. Kriener esteve no grupo de diplomatas que receberam na Segunda- feira passada no aeroporto internacional Guaidó, reconhecido como presidente encarregado da Venezuela por mais de 50 países, quando retornava de uma viagem pela América do Sul por ter violado uma proibição de saída do país. são vocês”

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!