Editorial: Mais uma vez o registo

A notícia que alegra os homens do campo está relacionada com a promessa do gasóleo verde, ou gasóleo agrícola. É boa, mas traz outras preocupações. Como se garante que o dito gasóleo é usado apenas na actividade produtiva? O grande problema está no facto de não haver ainda um registo sério de famílias e empresas dedicadas à agricultura em Angola. É necessário saber-se quem são e onde estão. E, no nosso país, ainda as suas necessidades de consumo de combustíveis, que vão do gerador para a iluminação residencial e para a manutenção do funcionamento de equipamentos de frio às máquinas ou tractores que trabalham a terra. O mesmo se pode dizer para a área da pesca. A ideia é boa, impõe-se, mas mais uma vez, vem lembrar que é preciso fazer-se tudo, que a organização é importante, que a informação é vital.

error: Content is protected !!