Jornalistas capacitados em matéria de Tecnologia de Informação e Comunicação na Huíla

Jornalistas de órgãos públicos e privados da província da Huíla participaram ontem, na cidade do Lubango, numa formação relacionada com as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC)

POR: João Katombela, na Huíla

A acção formativa, promovida pela Internet Technologies Angola (ITA), visou, entre outros objectivos, capacitar os jornalistas sobre assuntos ligados ao mercado das telecomunicações no seu dia-a-dia. Durante as seis horas de formação, os jornalistas abordaram vários temas, como “Telecomunicação e Redes Sociais”, “infra-estruturas que compõem um sistema de telecomunicações” e a “construção de uma economia digital em Angola”. Flávio Bressam, director de Marketing, disse que o ciclo de palestras vai ser estendido às demais províncias, com vista a aliar a prática jornalística aos meios tecnológicos que os diversos órgãos de comunicação social utilizam.

“A nossa ideia é de levar este tipo de formação aos jornalistas das províncias de Cabinda, Benguela, Huambo, para além da província de Luanda, onde está a nossa sede”, garantiu. Por seu turno, Sílvia Borges, da Rádio Mais/Huíla, destacou a importância da formação, tendo em conta os desafios da profissão na era digital e o dinamismo que se impõe. “É uma mais-valia para os jornalistas esta formação, porque pela actividade que exercem no seu dia-a-dia, torna-se imperioso saber como funciona o mundo das TIC ao serviço da informação”, frisou.

A Internet Technologies Angola (ITA) é uma empresa de direito angolano sedeada na capital do país que opera no segmento de fornecimento de serviço de Internet a empresas. Flávio Bressam, director de Marketing, disse que a mesma cobre todo o território nacional, pelo que pretendem fornecer os seus serviços às pequenas e médias empresas. Disse que a cidade do Lubango será a primeira a beneficiar de serviços virados para os pequenos e médios empresários, bem como a empreendedores, tendo em conta a sua posição estratégica na economia nacional. “Vamos lançar nesta cidade do Lubango, Sexta-feira (amanhã), um serviço virado para as pequenas e médias empresas, isso porque o estudo feito, mostrou-nos que o Lubango reúne condições para o efeito”, revelou.