Oito pessoas desparecidas devido a chuva no Lubango

Oito pessoas, entre as quais cinco crianças, estão desaparecidas em consequências da forte chuva que durante quatro horas assolou a cidade do Lubango, província da Huíla, no final de terça-feira. Segundo o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros da Huíla, os desaparecidos terão sido arrastados pelas correntezas dos rios Capitão e Mukufi, sendo que as crianças andavam juntas.
Em 2016, 37 pessoas morreram no rio Capitão devido a chuva.
Em declarações hoje (quarta-feira) à Angop, o porta-voz dos Bombeiros na Huíla, Inocêncio Hungulo, disse que o desaparecimento foi notificado pelos familiares e buscas estão a ser feitas para localizar essas pessoas.
Disse estarem até agora contabilizadas 103 casas inundadas, sobretudo nos bairros Minhota, Comercial, Nambambe, Sofrio e Mitcha.
No processo de busca estão também envolvidos familiares dos desaparecidos, mas até agora ainda nenhum corpo foi localizado.

error: Content is protected !!