Empresa chinesa Qingdao Jinhui Graphite interessada em projecto mineiro em Moçambique

A Triton Minerals assinou um memorando de entendimento com a empresa chinesa Qingdao Jinhui Graphite Co. Ltd, que poderá converter-se num acordo vinculativo dentro de seis meses, informou recentemente a empresa australiana

O memorando assinado com “uma das principais empresas de grafite da China, com grande experiência na exploração mineira, de processamento e de comercialização” surgiu na sequência de contactos iniciais por parte da Jinhui Graphite, a que se seguiram encontros comerciais e técnicos, relacionados com o desenvolvimento do projecto de grafite de Ancuabe, em Moçambique.

O acordo vinculativo contempla um nível de investimento de até 10% no projecto de Ancuabe, concessão de financiamento adicional através de dívida ou de aquisição de equipamento, a compra de um máximo de 15 mil toneladas de concentrado de grafite por ano e colaboração técnica para adicionar valor através do fornecimento de grafite às empresas chinesas de refractários e de baterias. A Triton Minerals recorda no comunicado que o projecto está dependente da aprovação por parte do ministro dos Recursos Minerais e Energia de Moçambique da concessão mineira por um período inicial de 25 anos, renovável por períodos subsequentes de 25 anos.

Em Julho de 2018, a empresa australiana assinou uma carta de intenções com a MCC International Incorporation Limited (MCC), a empresa para os negócios no estrangeiro do grupo Metallurgical Corporation of China Ltd, para vir a assinar um contrato de elaboração de projecto de engenharia, aquisição de componentes e construção (EPC, na sigla em inglês) na concessão para a exploração de grafite em Ancuabe, norte de Moçambique. (Macauhub

error: Content is protected !!